VONTADE DE COMER A COMIDA DA VIZINHA? CONHEÇA O APLICATIVO QUE VAI TE DAR ESSA OPORTUNIDADE

VONTADE DE COMER A COMIDA DA VIZINHA? CONHEÇA O APLICATIVO QUE VAI TE DAR ESSA OPORTUNIDADE

Atualizado: 18 de Jun de 2018

Criado em solo cuiabano, o app está fazendo sucesso em SP e chegará a Cuiabá até o fim do ano.


Karina Cabral karina.cabral@olivre.com.br



Foto Divulgação - Eats For You

Você já passou em frente a uma casa, ou na porta de um apartamento, sentiu aquele cheiro de comida caseira e desejou poder comer um prato dessa delícia? Você não está sozinho! Um grupo criou em Cuiabá um aplicativo que promete te entregar comida caseira direto na sua casa, ou trabalho.


O Eats For You foi criado em solo cuiabano, mas seu projeto-piloto está sendo feito no Alphaville Industrial, em Barueri (SP). O sucesso tem sido tão grande – mais de 2 mil pessoas já fizeram o download do aplicativo –, que os criadores esperam trazer a ideia para Cuiabá ainda neste ano.


Goiano de nascença, mas cuiabano de coração – já que morou em Mato Grosso por 16 anos -, o publicitário Nelson Andreatta foi o grande idealizador do projeto. E o insightaconteceu justamente porque o criador desejava comer as refeições dos vizinhos que davam um cheiro maravilhoso ao hall do seu apartamento.


Nelson Andreatta, idealizador do aplicativo

“Eu não aguentava mais comer comida de restaurante. Passei dos 30, então tudo que você come acaba te fazendo mal. Ai sempre abria a porta do hall do meu apartamento, por exemplo, sentia aquele cheiro da comida que a vizinha estava fazendo e pensava: ‘e se eu pudesse comprar a comida dessa mulher?’. Foi ai que veio o insight de criar essa plataforma”, contou Nelson.

A ideia inicial aconteceu em outubro de 2016, mas, antes de qualquer coisa, Nelson precisava descobrir se essa era uma vontade só sua, ou se havia mais pessoas que também desejavam comida caseira. Através de pesquisa de campo, ficou comprovado que existia demanda, tanto de quem queria comprar, como de quem amava cozinhar e queria vender.


O aplicativo foi desenvolvido por Cezar Macegoza, 29 anos, um cuiabano entusiasta por tecnologia, que tem ganhado vários prêmios e cuja história o LIVRE contou no mês passado (veja AQUI). Ou seja, não só os idealizadores eram daqui, como o aplicativo é uma tecnologia mato-grossense. Ao todo, 10 pessoas participaram de todo processo, desde a criação até a finalização do projeto colocado em prática.


O projeto só não foi iniciado em Cuiabá porque a Alelo – empresa de vale-alimentação – resolveu apostar no Eats For You, transformando o aplicativo em seu piloto: o primeiro teste da empresa com vale de refeição online. Para isso, eles pediram que o primeiro lugar a receber o aplicativo fosse o Alphaville Industrial, em São Paulo. E, assim, Nelson acabou se mudando de Estado.



Equipe Eats For You

“Eu acabei me mudando para São Paulo para poder acompanhar o lançamento do projeto. O nosso chefe de marketing também veio de Cuiabá, que já era meu sócio na empresa que eu tenho há 14 anos. Nosso chefe de operações também é de Cuiabá. Aqui é inteligência cuiabana”, afirmou, orgulhoso e aos risos, Nelson.

O Eats For You


O aplicativo tem o objetivo de atender duas pontas. De um lado, faz um trabalho de geração de renda para donas de casa – seja as que querem uma renda extra, ou as que precisam de uma renda principal – trabalhando na segurança da sua casa e fazendo algo que realmente amam, que é cozinhar.


Do outro lado da corrente, está o consumidor, que é o trabalhador brasileiro, cuja principal refeição é o almoço. Nelson analisou que o trabalhador gasta muito dinheiro para comer fora, além de que as opções em restaurantes são quase sempre as mesmas e, muitas vezes, bastante industrializadas.


Com o Eats For You ele percebeu que poderia levar para a mesa do consumidor uma comida caseira, de mãe, de avó, mais saborosa, saudável, feita em casa, com temperos naturais e com preço justo.


“Hoje, aqui em São Paulo, a gente tem relatos de clientes que economizam de 30% a 40% por mês já, almoçando com o Eats For You. E ainda falam que ficam mais leve depois do almoço, ficam satisfeitos com uma comida muito mais saborosa e ficam mais leves, até aumentando a produtividade e ainda economizam no fim do mês”, contou Nelson.

O aplicativo já está disponível nos dois principais serviços de downloads: a Apple Store e a Google Play e para baixar é totalmente gratuito.


Para o consumidor, basta fazer o download, escolher a forma de pagamento – crédito, ou cartão vale-refeição Alelo -, selecionar a região em que mora e, caso o app já funcione no local, ver o cardápio dos donos de casa, comprar e aguardar a entrega.


Donos de casa


Atualmente, o Eats For You já conta com 248 donos de casa cadastrados, homens e mulheres. E mais de 400 clientes fixos que compram constantemente, todos na região do Alphaville Empresarial, em São Paulo. Segundo Nelson, o índice de clientes que voltam a comprar depois do primeiro teste é de 72%.


“Hoje, com dois, três meses em operação, já tem dono de casa recebendo até R$ 3 mil por mês”, contou o idealizador.

Para poder fornecer as refeições, o dono de casa passa por um processo seletivo rigoroso para garantir a qualidade da comida. Primeiro, ele faz o cadastro na plataforma, para saber se sua região já está sendo atendida.


Caso a primeira pesquisa seja positiva, ele faz uma entrevista por telefone com a equipe de relacionamento do programa, para que os especialistas consigam perceber se ele realmente ama cozinhar, afinal, comida caseira, para ter gosto de refeição de mãe/avó, tem que ser feita com amor.


Se o cozinheiro passar nessa fase e tiver disponibilidade para produzir no horário de almoço, ele entra na terceira etapa, em que precisa mandar fotos de suas comidas e recebe uma visita para ver se sua cozinha atende ao manual de boas práticas da Anvisa.

Por último, o dono de casa passa pela degustação, em que ele produz uma marmita, já com a embalagem especial do Eats For You, e é avaliado por três pessoas, sendo analisado desde a organização do prato até o tempero.


Quando aprovado em todas as fases, o cozinheiro só precisa se tornar um Micro Empreendedor Individual (MEI) e pronto, já pode começar a vender suas marmitas.


Os cozinheiros tem total autonomia para escolher quantos dias vão trabalhar por semana, qual será o cardápio e quantas marmitas vão oferecer por dia.


Preço


O valor dos pratos varia, afinal, o dono de casa tem total liberdade em escolher o valor que considera lucrativo e ganha 100% do que pedir. O lucro da plataforma é tirado do preço final que o cliente paga, sem jamais ser retirado nada do cozinheiro.


“Quando ele [cozinheiro] coloca o preço dele na plataforma, automaticamente a gente faz a composição de preço. De forma bem transparente, ele vê o que é imposto, o que é o custo da embalagem padronizada, qual é o custo da nossa comissão de administração. Tudo isso destacado ali até chegar no preço final do consumidor”, disse Nelson.

Em São Paulo as marmitas de 500 gramas tem custado a partir de R$ 14,00. E, já com o custo do delivery, costuma ficar próximo a R$ 23,00. E segundo o idealizador, além da comida ser sempre maravilhosa, os cozinheiros buscam inovar bastante usando a criatividade.


O aplicativo não permite que restaurantes sejam cadastrados, só pode vender quem realmente produz em casa e ama cozinhar. A expectativa do idealizador, Nelson Andreatta é que até o fim de 2019 o Eats For You esteja em todas as principais capitais do Brasil. Mas, como a origem do aplicativo é cuiabana, a Capital mato-grossense pode esperar a chegada da novidade ainda em 2018.



Fonte: https://www.olivre.com.br/vontade-de-comer-a-comida-da-vizinha-conheca-o-aplicativo-que-vai-te-dar-essa-oportunidade/

432 visualizações
marca_r_eats_ap.png

© 2018 por StartUp Eats For You

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Twitter Ícone