App funciona como marketplace de comida caseira

Por Isabel Butcher - Portal Mobile time


Aplicativo Eats for You

A Eats for You (Android, iOS) quer ser uma espécie de Uber da comida caseira. Ao mesmo tempo em que pretende levar uma marmita repleta de sabores brasileiros para quem trabalha, quer também empoderar donas de casa, e também donos de casa, e fazer com que essas pessoas gerem renda complementar, ou até mesmo que o Eats for You se torne a renda principal, e, com isso, tenham uma vida melhor.


Quem idealizou o projeto foi o publicitário Nelson Andreatta. E, se a vida de empreendedor é uma loucura, neste caso, o empresário tem uma vantagem sobre outros: é ele o “curador” dos pratos e faz a degustação in loco para testar pessoalmente a qualidade dos produtos que vende. “Tia Cléo, nossa primeira cozinheira cadastrada na plataforma, fez uma bisteca suína para mim na hora. Foi incrível”, lembra Andreatta, que acabou conhecendo toda a família da cozinheira.


“75% das pessoas cadastradas na nossa plataforma são mulheres. Nosso objetivo principal é ser uma plataforma de impacto social. Queremos gerar renda digna e formal para essas donas de casa. Ao mesmo tempo, levar uma alimentação mais saborosa, mais saudável e a preços justos para quem trabalha fora de casa. No momento, entregamos em dias úteis. Queremos atingir o trabalhador”, explica Andreatta.


Como funciona


A ideia é a seguinte: cabe ao aplicativo selecionar os “tios” e tias”, como eles dizem, e seus pratos. A Eats for You também se encarrega da logística de pegar a marmita na casa de quem cozinha e entregar no local desejado pelo cliente, além de fornecer as quentinhas, os utensílios para a medição da quantidade que cada prato tem que ter, e o lacre, para preservar a comida. Já os cozinheiros se encarregam de fazer o que sabem fazer melhor: preparar deliciosos pratos.

Lançado oficialmente em fevereiro deste ano, o app conta, atualmente, com 312 tios e tias cadastrados, sendo 25 adaptados e validados pela plataforma, ou seja, passaram por um processo de seleção que dá o aval para venderem seus pratos aprovados na plataforma (e isso inclui cadastro no app, triagem a partir da localização do cozinheiro, entrevista por telefone, visita técnica ao local e a degustação feita pela equipe da Eats for You). Os outros estão numa lista de espera.


De Alphaville para o mundo


Por enquanto, o serviço está disponível na área de Alphaville, em São Paulo. E, ainda neste segundo semestre, haverá expansão para Brooklin e bairros adjacentes, como Morumbi, Butantã, Vila Olímpia, Itaim, etc.. “Até o fim do ano estaremos nas principais regiões de São Paulo. Em 2019, a ideia é partir para as principais capitais do País e, em 2020, temos a intenção de internacionalizar”, resume o futuro da Eats for You Andreatta, sem especificar para qual país.


Modelo de negócios


As marmitas têm preços finais, ou seja, para o consumidor, que variam de R$ 16,50 a R$ 17,50.  Às quartas, as cozinheiras e os cozinheiros recebem os valores de venda da semana. Quem põe os preços dos pratos são os próprios. Quando eles inserem seus valores na plataforma, é feita a composição do preço final, e somente a partir daí é que são incluídos os impostos, custos de embalagem, taxa de entrega, transações bancárias e a taxa de administração do app, fixa, de R$ 2,13. “Quem paga esse valor é o consumidor. Não tiramos nenhuma taxa dos cozinheiros. Atualmente, as donas de casa cobram em torno de R$ 12 a R$ 13 por prato”, explica.

As marmitas seguem um padrão de 500 gramas, dentre as quais, 150gr são de proteína, 100gr de carboidrato, 100gr de um outro acompanhamento e o resto de salada. Os tios e tias recebem os medidores e uma balança para que todas as embalagens tenham a mesma quantidade de comida.


Números


As donas de casa e os donos de casa são livres para produzir quando eles bem entenderem. Tal e qual o Uber. Quando a dona de casa atinge a marca de 100 marmitas vendidas, ela tem a opção de acrescentar mais uma opção de prato.

Em cinco meses, a Eats for You já vendeu mais de 8 mil marmitas. “É um número muito relevante. Já conseguimos gerar renda para a dona de casa. Ela, aliás, é capaz de faturar, em média, de R$ 2 a R$ 3 mil reais, no momento. Quem consegue produzir mais, ganha de R$ 4 a R$ 5 mil reais. Depende da capacidade de produção de cada uma. Nossa expectativa é chegar até o fim do ano com 1,5 mil pessoas cadastradas e pelo menos 20% em produção, ou seja, em torno de 300. Isso significa aumentar em dez vezes o que temos hoje. A Eats for You está em vias de fazer um round de investimentos para poder expandir. Estamos negociando com algumas empresas de venture capital. Com esse aporte, faremos a expansão rápida. Estamos prontos para a ampliação”, resume o CEO.





https://www.mobiletime.com.br/noticias/13/08/2018/aplicativo-resgata-comida-caseira/#eas_redir=true

139 visualizações
marca_r_eats_ap.png

© 2018 por StartUp Eats For You

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Twitter Ícone